Publicado em 22 de fevereiro de 2016 Destaques, Pelo Mundo Especial Rio de Janeiro | Dia 1: Centro

Essa não é a primeira vez que vou ao Rio, por isso não sai correndo para Copacabana e Ipanema no primeiro dia. Apesar de amar esses lugares, quis conhecer novos espaços da cidade, por isso escolhi o Centro para o primeiro dia da viagem. Como estudante de arquitetura e amante de história, passei pela Central do Brasil, pela Igreja da Candelária, pelo Teatro Municipal, pela Biblioteca Nacional e pela Catedral de São Sebastião. Vamos ver o que podemos explorar nesses lugares?

rua1 rua2

Central do Brasil

Localizada na Avenida Presidente Vargas, foi uma importante estação de trens no século XIX, que ligava o Rio de Janeiro à São Paulo e Minas Gerais. No século XX, perdeu sua importância em conjunto com o sistema ferroviário, devido aos investimentos no sistema viário.

1 central


Igreja de Nossa Senhora da Candelária

É um dos principais edifícios religiosos da cidade. Seu fundo é voltada para a Avenida Presidente Vargas, enquanto sua fachada principal é voltada para a praça Barão de Drumond. Dizem que sua origem denota de uma nau chamada Candelária, que, ao enfrentar uma grande tempestade, sua tripulação prometeu que iria erguer uma igreja caso escapassem com vida. Dessa forma, ela começou a ser construída em 1609 e foi finalizada em 1811. Como sua construção levou muitos anos até a sua finalização, ela possui diversos estilos arquitetônicos, como o neoclássico, o barroco e o art noveau, sendo eclética em sua essência.

2 candelaria

4 candelaria

3 candelaria
5 candelaria


Teatro Municipal

Localizado na Cinelândia, o teatro foi construído em semelhança à ópera de Paris. Na época de sua construção, houveram modernizações pela cidade do Rio de Janeiro em um modelo inspirado na modernização ocorrida em Paris: foram abertas largas avenidas com loggias e cafés, além da construção de edifícios imponentes. É um dos mais importantes exemplares da arquitetura eclética brasileira. Além da visitação dos espaços, podemos ver diversos afrescos dispostos pelo teatro, que são belíssimos, e vistas da Praça Floriano. A visita ocorre às 11h e às 13h.

6 teatro

7 teatro

8 teatro

9 teatro

Vista para a parte externa ao teatro.

Vista para a parte externa ao teatro.


Biblioteca Nacional

Também localizada na Cinelândia, possui os mesmos horários de visita do Teatro Municipal. A visita mostra as principais salas da biblioteca e conta um pouco da sua história. Ela existe desde antes da construção do prédio atual, pois o primeiro acervo da biblioteca foi trazido de Portugal, sendo que os livros foram hospedados em dois edifícios até a conclusão do prédio atual. O acervo consta desde importantes documentos da época da vinda da família real para o Brasil à segunda maior coleção de quadrinhos do mundo. A última sala é a de obras raras, em que são feitas exposições de documentos únicos no mundo. Quando eu visitei, a exposição era sobre A Divina Comédia.

Não pude trazer muitas fotos da biblioteca, porque a maior parte dos espaços não é autorizada a fotografia.

13 biblioteca

14 biblioteca

 


Amarelinho

Uma pausa para almoçar também é bom, não é? Hahaha. Almoçamos em um restaurante chamado Amarelinho, na mesma praça do teatro e da biblioteca. Em funcionamento desde 1920, o restaurante é aberto para a praça e possui o mesmo charme dos cafés franceses. O restaurante possui um cardápio variado de carne vermelha, frangos, frutos do mar e saladas.

15 amarelinho

Restaurante Amarelinho ao fundo.

 


Catedral de São Sebastião

Também conhecida como a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro (pode-se dizer que tomou esse posto da antiga Sé), é possível perceber a sua autenticidade desde a sua aparência exterior. É um edifício moderno inspirado nas pirâmides maias que apresenta um aspecto sólido devido ao concreto. Contudo, em seu interior que percebemos como o edifício é magnífico. Através de seus vitrais que rasgam as paredes do edifício do chão ao teto, temos a luz como o principal fator estético e simbólico, pois modifica o espaço e traz a marca da religiosidade que caracteriza o edifício como uma catedral. Ela se encontra perto dos Arcos da Lapa (lugar que só passei com cuidado em outro dia da viagem).

11 metropolitana

12 metropolitana


Esses foram os lugares pelos quais passei no primeiro dia da viagem! Semana que vem, continuarei narrando o que fiz pela cidade! 😀

Dica: Para quem tiver mais tempo, recomendo passear pelo Saara para garimpar roupas e acessórios e pela Confeitaria Colombo.

Beijos,

Carolina.