Publicado em 31 de agosto de 2016 Destaques, Gastronomia, Pelo Mundo Diário de viagem: alimentação nos EUA

Muitas pessoas tem curiosidade em relação a alimentação nos Estados Unidos, mais especificamente dentro de uma universidade. Por isso eu decidi compartilhar o que achei da comida e das opções que tinham disponíveis dentro do refeitório e também fora dele.

Confesso que comer de uma forma saudável não foi uma tarefa possível de se fazer, afinal não tinha essa opção e mesmo quando podia ir no mercado comprar algo mais fresco e leve pra comer, acabava não saindo bom para o meu bolso. Então, as opções eram: fast-food, comida congelada e tentar evitar os excessos. A primeira vez que estive lá foi na Disney, e por ser uma cidade turística foi bem mais fácil encontrar opções mais saudáveis. Se tratando de Athens, uma cidade universitária, não havia muita diversidade nos restaurantes.

  • Café da Manhã

Esse era o máximo de saudável que eu conseguia ser. Mesmo sendo o café da manhã as opções disponíveis envolviam muita fritura e gordura, como waffle, panquecas, cream cheese, carne, linguiça, ovos com queijo etc.

cafedamanha

  • Almoço

O almoço também era no refeitório e era a hora do dia que tinha mais opções para comer, como saladas, comida japonesa, pizza, hamburguer, omelete etc. A salada era boa mas não era suficiente para a hora do almoço, sempre precisava pegar algo depois.

14151870_1352077778154075_478928432_o

  • Jantar

O jantar era por minha conta, então a maioria dos dias eu comi comida congelada, pedia pizza para comer com o pessoal ou ia comer em algum lugar legal.

14139407_1352077648154088_1643171237_o

FotorCreated

  • Dica extra

Logo que cheguei em Columbus, a caminho de Athens, eu almocei no Easton Town Center e fui em um restaurante Cooper’s Hawk Winery & Restaurants. A comida de lá é bem saborosa, o restaurante é considerado bem sofisticado mas para nós o preço saiu bem em conta (U$ 12,99 em média no prato).

FotorCreated

Essa é uma ideia de como foi comer durante 15 dias nos EUA. Espero que tenham gostado e estou aberta a sugestões para os próximos posts!

beijo,

Gabriela.